21 de dezembro de 2018

Visualize a nova norma NBR ISO 19011:2018 - Diretrizes para Auditoria de Sistemas de Gestão

Acabou de ser publicada pela ABNT a norma NBR ISO 19011:2018 - Diretrizes para Auditoria de Sistemas de Gestão, que fornece as melhores práticas de auditoria ao redor do mundo. Auditores com experiência em diversas área de atuação participaram do processo de revisão nos últimos anos, contribuindo para a elaboração da versão definitiva da norma.

A ISO 19011 é importante por formar a base técnica necessária para a obtenção de diversas qualificações profissionais, como a de auditor interno e a de auditor-líder de sistemas de gestão da qualidade, ambiental, segurança da informação, segurança e saúde no trabalho, etc..

A ISO revisou a versão de 2012 do guia de auditoria por dois motivos. Primeiro, havia a necessidade de uma abordagem mais ampla para auditar os sistemas de gestão. Em segundo lugar, para fornecer uma orientação mais genérica. As principais mudanças introduzidas foram:

- Ampliação da orientação para o planejamento de auditorias;
- Inclusão da abordagem baseada em risco nos princípios de auditoria;
- Ampliação da orientação para a gestão de um programa de auditoria, incluindo os riscos do programa de auditoria (veja aqui);
- Ampliação dos requisitos genéricos de competência dos auditores.

Com isso, a NBR ISO 19001:2018 se diferencia da versão anterior nos seguintes pontos:

- Seção 4: Princípios de auditoria;
- Seção 5: Gerenciando um programa de auditoria;
- Seção 6: Conduzindo uma auditoria;
- Seção 7: Competência e avaliação de auditores;
- Anexo A: Orientação adicional para auditores planejarem e conduzirem auditorias.


Uma mudança significativa na nova norma é a discussão mais aprofundada em relação à abordagem dada pelo programa de auditoria a riscos e oportunidades, no contexto dos sistemas de gestão de QSMS. Ela enfatiza o conceito de mentalidade de risco, alinhada à ISO 9001:2015, além de destacar a importância do conceito em requisitos de QSMS de normas de setores específicos (automotivo, aeroespacial, dispositivos médicos, etc). A abordagem baseada em risco foi adicionada aos princípios de auditoria.

Além disso, novas tecnologias são abordadas no Anexo A, o qual inclui a discussão sobre auditorias remotas e outros aspectos importantes relacionados às auditorias. 

Foram também ampliadas as orientações para se conduzir uma auditoria, principalmente as referentes ao planejamento da auditoria e aos requisitos genéricos de competência dos auditores. A nova norma também prevê que os planos de auditoria sejam abordados como saída do processo de planejamento da auditoria.

Durante o processo de revisão da norma, foi removido o Anexo que continha exemplos ilustrativos de conhecimentos e habilidades de auditores de disciplinas específicas. Existem atualmente mais de 70 normas de sistemas de gestão e, portanto, torna-se praticamente inviável abordar todas as disciplinas abrangidas em um único Anexo... 

Outro ponto importante foi a ampliação do atual Anexo A, fornecendo orientações em relação a novos e revisados conceitos de auditoria envolvendo os sistemas de gestão ISO, tais como contexto da organização, liderança e comprometimento, auditorias remotas, compliance e cadeia de suprimentos.

A nova norma ISO 19011 pode ser utilizada tanto como uma ferramenta independente para o treinamento de auditores quanto como um guia rápido de referência para auditores experientes, sendo um documento importante para todos os interessados em auditorias. 

O documento a seguir traz o projeto final da norma brasileira ABNT NBR ISO 19011:2018, o qual possui mais de 95% do texto definitivo publicado no dia 20/12/2018. Para adquirir a norma oficial da ABNT, entre por aqui.

Para facilitar a leitura, clique no botão "full screen" do visualizador.




A nova NBR ISO 19011:2018 é uma das seções adicionais do QSP Summit -